16/01/13

IRRIGAÇÃO COM GARRAFA PET…!!!


Mais um vez recebi um comentário de um leitor e achei que o assunto valia um post. Nessa época do ano...para aproveitar as férias e o verão muita gente viaja né?! E o pobre coitado do jardim fica lá abandonado (olha o drama...hehehehe). Sabemos também que nessa época chove mais, mas o clima tá andando tão doido que pode não chover e suas plantas vão morrer esturricadas. E se você tiver um jardim na varanda do apartamento?! Aí nem com chuva vai resolver.

Se você tem um jardim grande, com gramado e tudo mais...não tem jeito...eu sugiro que você invista em um sistema de irrigação automatizada (já falei disso aqui). É um investimento mais caro, mas que vai te dar um tranquilidade de ver o seu jardim bonito quando voltar pra casa. Ou então você vai ter que pedir pro vizinho ou para alguém da família molhar com a mangueira...hummm...!!!

Agora se você tem um jardim de vasos em uma varanda, por exemplo, você mesmo pode montar um sistema de irrigação. Nem um pouco sofisticado e complicado, com o uso de garrafas pet, você pode viajar tranquilo sabendo que suas plantinhas vão receber água suficiente no período que você estiver fora de casa.

Usando esse sistema de gotejamento com garrafas pet, evita-se o desperdício de água, uma vez que o processo é constante e moderado. Outra qualidade deste método é evitar o acúmulo de água, bem como a propagação de insetos.

Hoje já existem disponíveis no mercado o “sistema” já prontinho...é só encher de água e colocar a garrafa no vaso. Você encontra em bons garden centers e lojas especializadas em material para jardinagem.



Mas você também pode fazer o “sistema caseiro”...vamos ao passo a passo?!

1 - Para realizar um sistema de gotejamento caseiro, pegue uma garrafa pet e higienize bem o seu interior. A reutilização da garrafa pet contribui, ainda, para a manutenção do meio ambiente, além da economia e praticidade de elaboração. Higienize e mantenha a tampa da garrafa, que será importante para o gotejamento.

2 - Faça um orifício no centro da tampa da garrafa. O orifício pode ser feito com um prego quente ou com qualquer objeto cortante ou pontiagudo. Lembre-se que o tamanho do orifício será proporcional à quantidade de água que será gotejada. Quanto maior o orifício, maior será a irrigação da planta, e vice-versa.

3 - Faça pequenos orifícios também no fundo da garrafa, para que a água possa escoar de dentro da garrafa e esta ser preenchida pelo ar, contribuindo para que ocorra o fluxo no gotejamento. Em conjunto com o orifício de água, na ponta da garrafa, o tamanho dos furos na base também será responsável pela quantidade de água e pelo fluxo do gotejamento. O ideal é realizar um pequeno furo e aumentá-lo de acordo com a observação do fluxo do gotejamento, conforme as necessidades de irrigação do solo em questão.

4 - Suspenda a garrafa, com o uso de um suporte – como, por exemplo, amarrando-a em algum galho da planta próximo ao solo - ou, ainda, prenda estacas na lateral da garrafa – com o auxílio de cola, fita ou amarrando - para que se possa fincá-la e fixá-la ao solo, próxima do caule e das raízes das plantas.

5 - Encha a garrafa para iniciar o seu uso, controlando a intensidade da irrigação através do orifício e completando a água na garrafa sempre que necessário, de acordo com o fluxo de água e a necessidade de irrigação de cada espécie de planta.






12 comentários :

  1. fiz este cistema nas minhas plantas, e não fucionou bem.a agua sai rapido de mais e eu não sei como controlar. fiz o furo com um prego.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maria José,
      O furo pode ter ficado muito grande, assim a água sai mais rápido mesmo. Se você tiver uma foto para me mandar eu consigo ver melhor o que pode estar acontecendo.
      Abraços...!!!

      Excluir
  2. Acho que dá pra fazer com uma agulha hipodermica, dependendo do tamanho da agulha sairia uma gota a cada x tempo.

    ResponderExcluir
  3. Eu ja faço este processo mais sem furar a garrafa furo apenas a tampa no final a garrafa fica torna mais nada de mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anônimo! Dá para fazer sem furar a garrafa mesmo. A única diferença como você disse é que com o furo o ar entra na garrafa e ela não fica com aquela aparência "murcha"...!!!

      Excluir
  4. Tem a melhor opção!! Cole um cotonete nesse mesmo furo.. 5*

    ResponderExcluir
  5. Adorei o post! Assim posso ficar tranquila durante a viagem! Obrigada! Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vivi...!!! Que bom que você gostou do post...!!! Continue nos acompanhando. Grande abraço...!!!

      Excluir
  6. adorei o post, já tinha tentado e não havia dado certo, agora vi o problema, eu deixei sem a tampa, a agua escoou muito rápido...
    obrigadaaa, minhas plantinhas agradecem...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rosane...agora deu certo?! Que bom que o post te ajudou...!!!

      Excluir
  7. Olá Tati, adorei essa ideia, estava com um mesmo plano de irrigação com garrafas pet só que de outra forma. Eu sou aluna do curso de Agropecuária do Instituto Federal de Alagoas - IFAL e eu estou com um projeto de pesquisa e extensão na minha área de estudo/trabalho. Bom, como na minha região é período de seca a maior parte do ano o agricultor tem que escolher a plantação ou o manejo de animais .... Com esse sistema ele economiza a água nas plantações evitando o desperdício da água e matando a sede dos animais.
    Como os agricultores não tem dinheiro o suficiente para água potável eu estava pensando em água salobra, de poços artesianos .... Você acha que teria algum problema?
    Me passa o seu Facebook ficará melhor de conversar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Beatriz...achei super legal o seu projeto de pesquisa...!!! Em relação ao uso da água salobra eu não sei se teria algum problema, mas vou dar uma olhada sobre o assunto. Nosso endereço no facebook www.facebook.com/BlogQuintalDiCasa

      Excluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...